quinta-feira, 3 de maio de 2012

"Não fui eu!!!!"

Quem tem irmão(s), provavelmente deve ter escutado e dito muito aquela antiga célebre frase: "Não fui eu!" Não importa se a culpa é sua, ou não. Só sei que "não fui eu!". Afinal, para que servem os irmãos!? Para dividir todos os momentos bons e difíceis, castigos, travessuras e mal comportamento. Ou você meu inocente leitor, achava que era apenas para dividir o pacote de biscoito recheado!? Ahãn...

Aqui em casa, essa velha máxima do "não fui eu!", está presente no nosso dia-a-dia. E não me venham com teorias politicamente corretas, sobre assumir erros, puxar responsabilidade e etc... Irmão é irmão. E que atire o primeiro mouse quem nunca fez isso, acompanhado ainda da maior cara de pau do mundo!

Pois bem. Papai polvo, resolveu colocar a mão na massa, e organizar algumas bagunças aqui em casa. Depois de muito trabalho doméstico, meu orgulho marido, separou todas as roupas limpas que precisam ser passadas. Fez diversas pilhas diferentes, tudo dobradinho, lindo de se ver! 

Pilha de roupas da mamãe. Do papai. Dos meninos. De Stella. E até cama/mesa/banho! E ressaltou: "Vamos manter organizado hein gente?!" E blá, blá, blá whiskas sachê, todo aquele discuso que nós mães, donas de casa, praticamos diariamente e sabemos de cor e salteado.

No dia seguinte, ainda pela manhã, toda aquela arrumação, virou um bolo só! E lá foi ele reclamar, com toda razão, sejamos justos! "Poxa! mas não durou nem um dia! Vcs são pho... (piiiiiii!)! Nunca mais faço isso! Vcs vão ver só!" E as crianças, como não podia deixar de ser, diziam em coro:


"Não fui eeeeeeu!!!!"

Comprei a briga do papai, e continuei o esporro. Mas meus anjinhos filhos juravam de pés juntos que não tinha sido eles. Mas se não foram eles, (e nem eu, né zentem!?), quem teria sido!? E foi aí que parei para analisar que não teria dado tempo mesmo deles bagunçarem. Seria matematicamente impossível! E então veio aquele estalo na minha mente e muita coisa se explicou. 

O tapete do quarto dos meninos, que eu estico 10x/dia e vive 'misteriosamente' embolado. E aquele rabo preto que encontro dentro de meu armário me dando sustos na hora de sair. E até as pegadas de patas úmidas pelo chão de tábua corrida da casa. "Atividade paranormal"!? Não! Este fenômeno tem nome e sobrenome:

Léa Dore Albuquerque!


"Ó não! Me descobriram!"

Obviamente ela não sabe falar "não fui eu", mas desconfio que foi mais ou menos isso que ela quis dizer com aquele "Miaaau!!", seguido de uma carreira fugindo para longe em um impulso só. E como contra provas, não há argumentos, segui a bicha e consegui pegar no flagra! E não é que era ela mesmo se enroscando nas roupas, brincando de ninho, estragando todo o trabalho suado do papai!?

Logo ela com essa carinho de anjo...

"Não fui eu! Foi a Phoebe! JU-RO!"
Comentários
19 Comentários

19 comentários:

Roberta Berrondo disse...

Hahahahaha, Pois eu tô com a pobre Léa. Foi a Phoebe!!! Só pq a Léa é vira latas? sua sua sua sua sua gatoceituosa!

nathalia disse...

Lindinha *-*

Coisas de Tássia disse...

Hahaha! Que figura! Só poderia ser a gata! Tadinhos dos pequenos se desculpando todos!

Bjão!

Daniela Castro disse...

Mari?! Além de todos os seus filhos ainda tem uma gata?!
Oh God!
Eu só dou conta da Sophia e da Dolly (minha Yorkshire de 14 anos). bjos e se cuidem!

Crys Leite disse...

Aqui em casa é a mesma coisa e quando questionada a bichinha sabe que fez m****a e sai correndo, rs! E eu amo msm assim, minha companheira de sofá. Beijos!

Kinha disse...

kkk, quem tem gato passa por essa mesmo. Mas que eles são adoráveis, disso não resta dúvida!

Mari Hart disse...

Daniela Castro!

2 gatas!!! Duas!!! rs!!!! =))))

Carol Damasceno disse...

kkkkkkkkkkk.... Adorei....

Bjos
Carol

Débie Mottin Molinari disse...

hahahaha e as crianças já iam levando a cupla q era tda da felina linda hihihihihihi.
Gatos são tdo de bom msm!!!

Beijao

Kelly Resende disse...

hehehehe, adorei! Isso é bem coisa de gato mesmo, aqui tenho 5 e sei bem como é.
Beijos

Adriana Engelmeyer Bouzan Lopes disse...

Kkkk....eu sei bem o que essa cara....de "gato sem dono" pois tenho dois cachorros que fazem direto essas caras.....kkkk

Marina Rocha disse...

Hahaha, tadinho, sempre levando a culpa então haha..
beijos.

Nina disse...

Mari...as suas "novelas contadas" me fazer cair em gargalhadas sempre !!! Kakaka.......

Edilma Mendes disse...

kkkk a gatinha foi pega no flagra...
XerÜ

Um espaço pra chamar de meu disse...

kkkkkkkkk, viu? Nem sempre ascrianças estão mentindo,rsrsrsrsrs...
Aqui aconteceu comigo, marido foi pegar a caixa de ferramentas e estava vazia e tudo jogado pela área, falei que não fui eu nem as crianças, e ele "quem foi então, a Lady Cat?" Siiiiiimmmmm, foi ela, a trava tá quebrada e ela nas correrias e loucuras ou até mesmo caçando uma mosca jogou tudo no chão, huahuahuahauahua... e as roupas do varal ela sempre derruba...
Tadinha da Léa, a Phoebe deve ter ajudado, mas nessa hora corre, coisa de irmão tbém...!!!Bjs, Mari!!!

Paulinha disse...

Rs... só sendo 'filha' da Mari mesmo né?!

Rosa Lopes disse...

Por que eu acho que essa culpa se repetirá, sendo verdadeira ou não?KKKKKK
Bj

Adriane Souto disse...

ahhhhhh, q fofa!
E olha a carinha dela ;)

Roberta disse...

A foto ficou perfeita, uma imagem que "fala", rsrsrs.